QUINTA: 19/11 22H30 | “A NOITE DO CRIME ELÉCTRICO”: GANSO + FILIPE SAMBADO + LACRAU

Ganso

Ganso_net

Ganso é um conjunto de cinco rapazes lisboetas com jeito para a festa, e uma das mais recentes surpresas musicais da cidade. Basta imaginar o krautrock alemão dos anos 70 no forno com o blues psicadélico dos The Doors. Banda sonora de caçadores.

Com o EP de estreia Costela Ofendida (Novembro, 2015), saído da mesma fábrica que viu nascer BISPO, Modernos e El Salvador, já começam a dar nas vistas com passagens pelo Festival NEOBUZZ, Damas Bar, Tokyo ou Musicbox. O Sabotage Club é a próxima paragem!

Single | Bandcamp | Facebook

Filipe Sambado

Filipe Sambado_net

Apesar de radicado em Lisboa há anos e vital à produção da música de uma comunidade que aqui trabalha de modo independente, é saudável lembrar que Filipe Sambado é, antes de produtor, criador ele próprio.
Camuflando-se/ostentando-se na sua banda Cochaise (para a qual compõe e toca e canta) é onde o vemos de modo mais consistente.
Passa a infância e adolescência de um lado para outro dentro da geografia portuguesa e talvez essa errância não seja um mau ponto de partida para entender quem ele é.
Ora, se o seu crescimento é feito a errar dentro de uma fronteira; a sua música desbrava o trilho da intimidade de quem se confessa, mas inevitavelmente traz a vulnerabilidade de quem viaja.
Em Fevereiro de 2012, toma coragem ao partilhar o seu primeiro EP “Isto não é coisa para voltar a acontecer”. São seis faixas poeticamente lideradas por uma solidão feroz… lembremo-nos de como começa o disco em “assim a assim”: “São precisos dois para começar, mas um só chega para fazer o fecho” e o verso da última canção, “maria da luz”: “eu já fui teu pai e nunca me abraçaste”.
Em Novembro do mesmo ano, segue-se 1234, como que uma continuação do EP anterior, mas marcado por mais urgência tipo-jacto não fossem as quatro canções chamadas 1,2,3,4 respectivamente.
Passaram dois anos e é-nos oferecido “Ups… fiz isto outra vez”, ficando completa uma trilogia. Quem prestar atenção ao título do EP, entende que estamos não só perante um hino pop (olá, Britney!) como perante uma chamada de atenção a um primeiro EP que deve ser re-ouvido.
A melancolia oferece-se lânguida em canções que foram costuradas para nos atingirem e ressoarem perpetuamente. Eis Filipe Sambado, a virilidade marginal à qual ninguém nos habituou.

Texto de Rodrigo Soromenho Marques aka Vaiapraia

Bandcamp | Facebook

Tiago Lacrau

Tiago Lacrau_net

Triplo Teledisco de Tiago Lacrau | Sou Imortal Até Que Deus Me Diga Regressa | Facebook

Entrada: 5€.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *