SEXTA: 13/11 22H30 | BARRY WHITE GONE WRONG + DORY & THE BIG FISH + DAVID POLIDO & PETER DE CUYPER (O BELGA) DJ SET

Barry White Gone Wrong

Barry White Gone Wrong nasceu literalmente nos céus, algures entre Oslo e Lisboa, dentro de um avião. Nele seguiam Peter de Cuyper, um Belga radicado em Sesimbra desde 1995, e os membros da banda Os 3 Marias, que de Marias não tinham nada, mas tinham o 1º lugar no Festival Alternativo da Canção de 2011. Não se conheciam até então. Sem outras distracções a bordo, a conversa surgiu naturalmente e assim nasceu a banda. Músicos já tinham, faltavam as músicas. O Belga começou a compor freneticamente na guitarra de brincar do filho, mesmo não sabendo tocá-la ou sequer afiná-la. Às suas composições juntaram-se Nuno Gelpi, Mário Moral e Miguel Décio, e em 2012 lançaram o single «Glamour Road», incluído na compilação Novos Talentos da FNAC. Depois de muitos concertos, e até de um ano sabático, os Barry White Gone Wrong regressam em 2015 mais fortes que nunca, preparados para deitar abaixo os palcos com a sua mistura de rock, soul e blues. Peter de Cuyper assume o papel de vocalista, e a sua energia vibra com os acordes e o ritmo tocados pela banda. Trazem as novas canções, «Hard Times» e «Dynamite», gravadas no estúdio Golden Pony em Lisboa. Esta última já se pode ouvir na Antena 3 e noutras rádios, e o seu videoclip maluco já se encontra online. Em Agosto convidaram o António Zambujo para cantar uma música, The Day, ele aceitou e em breve será lançada junto com vídeo! A banda está pronta para ir mais além e o novo ano promete isso mesmo. De volta aos palcos e já com vários concertos marcados, os Barry White Gone Wrong, voltam «cheios de pica», mais coesos e mais seguros que nunca. Uma coisa sabemos e podemos alertar: o público sairá contagiado! «Ahuga!»

Dynamite | Glamour Road | Soundcloud | Facebook

Dory & The Big Fish

A lonely woman sings her inner struggles, her hopes, her disappointments…
She often refers to herself as that “biggest fish in the river” on Tim Burton’s movie, which, they say, gets that way by never being caught and she enjoys spending her evenings in the company of a glass of red wine, some cigarettes and her music.
Independently of the very distinct kinds of stuff she listens to, and the rock and roll she loves to dance on her nights out, she prefers to sing dark and smooth blues driven melancholic tunes, so she challenged a handful of men to help her giving melody to the words she writes.

Trouble Song | Web | Facebook

Entrada: 5€.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *